PlayerUm desenvolve game para Boehringer e projeto vai para Alemanha

A solução 100% customizada foi desenvolvida para treinamento online da equipe de Força de Vendas e foi compartilhado como boas práticas na matriz da empresa Boehringer.   

Em tempos de isolamento social, o maior desafio das empresas tem sido manter a rotina de forma motivadora, a integração entre equipes, o engajamento e a conexão entre diferentes áreas. Quando tratamos de eventos online e treinamentos à distância, a preocupação com a participação e o envolvimento dos colaboradores é ainda maior. Em resposta a estas dores, a PlayerUm desenvolveu um projeto exclusivo para a farmacêutica Boehringer Ingelheim para avaliação e treinamento do time de Força de Vendas. O IC Crush Saga foi escolhido como referência de Boas Práticas dentro da empresa e enviado para sede na Alemanha como case de sucesso.  

A ação teve o objetivo de conscientizar os colaboradores sobre a doença a ser tratada, o produto e os benefícios para os pacientes, de forma lúdica, leve e marcante. Planejado ainda em 2020, o “IC Crush Saga” reuniu quatro etapas ao longo de 2 meses de implementação, com games avaliativos, quizzes, pontuação e um ranking. Mais de 250 funcionários em diferentes estados do Brasil tiveram contato com a plataforma de treinamento gamificado.  

“Na minha opinião, com a pandemia, muita gente foi obrigada a trabalhar com o digital e acho que essa questão de preconceito de gamificação diminuiu; suavizou. Todos começaram a ficar mais tempo no computador, muito mais tempo em reuniões online e modelos tradicionais não eram mais aceitos. A gamificação não é uma novidade, já existe há anos. Mas, no momento de crise, com pessoas mais cansadas, emocionalmente abaladas, a gamificação é uma boa pedida. Precisávamos criar algo mais suave; explica Dayane Santana, Consultora de Treinamento de Força de Vendas da Boehringer.   

Para Flávio Stoliar, CEO da PlayerUm, para se treinar com qualidade não basta ter um ótimo conteúdo, o formato, mais do que nunca, importa: “as pessoas estão cansadas de treinamentos chatos e passivos. Além de que, desde o início da pandemia, tudo virou LIVE e ninguém aguenta mais ficar horas em frente ao computador. A gamificação gera um ciclo positivo, onde a inovação chama a atenção, a competição motiva a participação, a interatividade gera o engajamento, o dinamismo facilita a jornada e a soma de todos estes estímulos produz resultados impressionantes.” 

Cerca de 81% dos funcionários responderam que o game motivou ainda mais a participação neste treinamento, e 86% dos colaboradores acharam muito útil o grau de contribuição do conteúdo no seu dia a dia.  

“Outro ponto, é o fato de que a Força de Vendas gosta de competir. Essa é a verdade. Quando a gente pensa na solução gamificada, onde eles estão competindo, há uma aceitação mais positiva, uma animação maior, eles estão mais abertos para novas informações, e acabam fazendo mais e melhor, em um formato mais leve do que o tradicional. Na minha opinião, foi um projeto muito bem sucedido e eu fico muito feliz da minha cliente principal ter sugerido a tradução para o inglês, para poder compartilhar com o Global. A matriz sempre estimula a gente a compartilhar boas práticas e, por ter sido uma iniciativa inovadora, exportamos nosso modelo para fora do país também”; avalia Dayane.   

Desde sua fundação, em 2011, a PlayerUm desenvolve plataformas interativas, jogos e aplicativos, que melhoram os resultados na comunicação e no treinamento de seus clientes. “Este tipo de reconhecimento só nos motiva a seguir nos desafiando a inovar diariamente, em um mercado no qual somos pioneiros, iniciando nossa jornada há 10 anos. Nossa promessa segue sendo entregar aos nossos clientes experiências agradáveis e memoráveis;” pontua o CEO da startup.